quinta-feira, 25 de abril de 2013

Reforma ortográfica - Sobre o hífen (parte 1)


1. Quando a palavra seguinte iniciar com a mesma letra com que termina o prefixo, haverá hífen.
anti-inflamatório (antes = antiinflamatório)

micro-ondas (antes = microondas)
micro-ônibus (antes = microônibus)
hiper-realismo
contra-ataque

Exceção: prefixo co + palavra que inicia com o. Ex.: coordenar (conforme era antes da reforma).

2. Prefixo Co - antes de H, sempre com hífen. Ex.: co-habitar. Quando a palavra iniciar com o, aglutina-se com o prefixo (coocupante). Nos demais casos, sem hífen. Ex.: coeditor (antes = co-editor), coautor (antes = co-autor), cosseno (antes = co-seno), corradical (antes = co-radical).

3. Se o prefixo terminar por vogal e o próximo elemento iniciar com R ou S, essas consoantes serão duplicadas.


antirrábico (antes = anti-rábico)
antissocial (antes = anti-social)
cossignatário (antes = co-signatário)
entressafra
microrregião
ultrassom (antes = ultra-som).

4. Não se usa o hífen quando o prefixo termina em vogal diferente da vogal inicial do segundo elemento.

anteontem
antiaéreo
autoaprendizagem (antes = auto-aprendizagem)
autoescola (antes = auto-escola)
autoestrada (antes = auto-estrada)
extraescolar (antes = extra-escolar)
infraestrutura (antes = infra-estrutura).

Fonte: seminário realizado pela ABEU em 03/11/2008, ministrado por Wallney J. Hammes, professor da Universidade Católica de Pelotas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário